Enoturismo brasileiro é tema de seminário na Expo Milão

Esta será a segunda apresentação do Ministério do Turismo no evento. O objetivo é atrair investidores para projetos em diversos segmentos do mercado de viagens no país

O Ministério do Turismo promove nesta quinta-feira (10), no Pavilhão do Brasil na Expo Milão, na Itália, um seminário sobre Enoturismo, segmento voltado para visitas a vinícolas e degustação de vinhos. A iniciativa é parte da estratégia do governo brasileiro de aproveitar este evento de grande repercussão no mercado mundial de viagens para apresentar produtos e atrair oportunidades de negócios no turismo brasileiro junto a investidores internacionais.

O segmento cresce a cada ano. Segundo a Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), o número de turistas na região do Rio Grande do Sul cresceu 4% de 2013 para 2014 – o que significa 294.966 turistas ao longo do ano. Outras regiões do país despontam nesse segmento, como a Rota do Vinho do Vale do São Francisco, que inclui cidades pernambucanas, como Petrolina e Lagoa Grande; além de baianas, como Curaçá e Juazeiro.

No sul de Minas Gerais o destaque é Caldas e Andradas e na região serrana de Santa Catarina, Lages e São Joaquim; além de cidades do Vale do Peixe e do Vale das Uvas. Recentemente o Espírito Santo, o Paraná e o interior de São Paulo ganharam espaço na produção de vinhos e na proximidade com o turismo.

Brasil na Expo Milão

O seminário de Enoturismo é o segundo realizado pelo Ministério da Expo Milão. Na manhã  de terça-feira, 8, o coordenador-geral do Departamento de Financiamento e Promoção de Investimentos do MTur (DFPIT), Rodrigo Marques, abriu as apresentações sobre ambiente legal e oportunidades de investimento no setor de hotelaria.

O Rio Grande do Norte e Jijoca de Jericoacoara, no Ceará, destinos tradicionais no segmento de sol e praia e na atração de turistas internacionais, foram destaques no seminário sobre hotelaria que reuniu 40 participantes. Além do presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, e do cônsul-geral do Brasil em Milão, embaixador Paulo Cordeiro, estiveram presentes os secretários de Turismo de São Paulo, Roberto de Lucena, e de Jericoacoara, José Bezerra.

Os seminários, coordenados pelo DFPIT, são uma oportunidade também para promover reuniões de relacionamento entre empresários brasileiros e potenciais investidores de vários países. Para os dois seminários foram convidados grupos da Itália e demais países europeus, dos Estados Unidos e da China.

A Expo Milão termina em outubro, sendo que a semana de 7 até 13 de setembro é dedicada ao Brasil. O país está representado em um pavilhão de 4 mil metros quadrados, que abriga exibições, atividades culturais e gastronômicas, seminários, eventos de negócios e de relacionamento.

Fonte: http://www.tribunahoje.com/noticia/154239/brasil/2015/09/10/enoturismo-brasileiro-e-tema-de-seminario-na-expo-milo.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s