Dica: Vinhos de Altitude de Santa Catarina

A  nova sensação do momento no mundo do  vinho no Brasil , são os vinhos de altitude de Santa Catarina , com as premiações os vinhos de nosso estado tem se destacado neste mercado tão competitivo , fazendo  com que os consumidores por curiosidade busquem conhecer os famosos vinhos de Altitude.

Mais não somente dos vinhos de alta qualidade vem essa fama , mas também dos espumantes premiadíssimos  e de sabores magníficos , infelizmente poucas pessoas conhecem nos vinhos, mais em breve isso ira mudar, com o belo trabalho feito pelas vinícolas em breve esses sabores iram ir mais longe.

Mais como enólogo e sommelier   me vejo na obrigação de difundir o conhecimento de nossos vinhos em âmbito nacional , pois é um grande orgulho para mim, além de ser um profissional da área ser natural desta terra, eis ai um grande orgulho.

VINHOS DE ALTITUDE. O grande diferencial desta região,  é a elevada altitude sobre o nível do mar, mas vamos ver exatamente como e porque essa altitude influi na qualidade das uvas e, consequentemente, do vinho.

Onde exatamente a altitude cria condições especificas de clima para contribuir de forma positiva para a viticultura? Começamos por dizer que, a cada 100 metros que sobe acima do nível do mar, o ar perde 1% de seu carbono, o que, levado para nossa região em questão, significa que no vinhedo catarinense, temos cerca de 10 a 12% a menos desse elemento na sua atmosfera.

As folhas, pela fotossíntese, extraem o carbono do ar para utilizá-lo em seu crescimento; nessa altitude, pelo carbono rarefeito, conforme a teoria acima, o ciclo vegetativo da videira se torna mais lento.

A menor pressão atmosférica, por causa da altitude, junto com uma maior proximidade do sol, provocam uma evaporação maior nas folhas, que, ao eliminar mais água que em altitudes menores, concentram os nutrientes que a videira suga do solo e formam uma seiva rica de alimentação que beneficiará os frutos.

Além disso a proximidade do sol propicia uma atividade acentuada da videira ao longo do dia e um descanso total no frio da noite, favorecendo a concentração dos nutrientes.

A trajetória da vitivinicultura na Serra Catarinense iniciou quando a Epagri, empresa de pesquisa agropecuária do Estado, incentivou a implantação de vinhedos de uvas finas quando constatou a adaptação destas cultivares na Região, iniciando, no ano de 1999, em São Joaquim, o primeiro empreendimento vitivinícola comercial de vinhos finos em Santa Catarina. No ano de 2000, outros empreendimentos iniciaram seus projetos e se sucederam até no decorrer da criação da Associação Catarinense dos Produtores de Vinhos Finos de Altitude – Acavitis.

Os vinhos de Altitude , abrange três regiões produtoras: São Joaquim, Caçador e Campos Novos, sendo que os vinhedos estão instalados acima de 900 metros de altitude, com solos pedregosos e de excelente drenagem. O clima temperado seco, com invernos rigorosos e temperatura média anual de 13º C, propicia as condições ambientais necessárias para a produção de vinhos de qualidade diferenciada.

Para não ficar duvidas os vinhos feitos a uma alta altitude  proporciona condições específicas de clima que atuam de forma peculiar e podem contribuir positivamente no potencial da viticultura. Fatores como o solo, índice de raios solares e baixa temperatura são determinantes para acentuar o sabor das uvas vitiviníferas, agregando assim maior valor ao produto. A amplitude térmica nestas condições propicia atividades de vegetação e frutificação mais lentas, o que implica em período mais longo de maturação da uva, com aumento da concentração dos polifenóis, enriquecendo os aromas dos vinhos.

Espero ter esclarecido de uma forma bem simples , o que que significa, este que vem fazendo sucesso por todo o Brasil os Vinhos de Altitude e que sem duvida ainda  tem muito a mostrar nas qualidades de seus vinhos , famosos pela sua forma de pensar fazendo vinhos em pequenas quantidades mais de alta qualidade, na verdade vinhos feitos com muito amor.

Para que você possa escolher os vinhos de Altitude com mais facilidade irei indicar as principais vinícolas.

Vinicolas: Quinta Santa Maria, Pericó, Sanjo, Suzin, Villa Francioni, Villaggio Grando, Villaggio Bassetti, Quinta das Neves, Santa Algusta, Santo Emilio.

Antonio Zanelato – enólogo e sommelier  – SENAC / LAGES

.

Fonte: http://saojoaquimonline.com.br/2015/04/10/vinhos-de-altitude-de-santa-catarina/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s