Wines of Brasil encerra Vinexpo 2013 com a maior representatividade internacional registrada no Exterior

Mais de US$ 1 milhão foram prospectados em negócios pelas vinícolas expositoras, sendo que 20 empresas marcaram presença no evento

A Vinexpo 2013 termina hoje (20) com a maior participação internacional já feita pelo Brasil. Entre empresários, profissionais do setor e equipe de apoio, 28 pessoas marcaram presença na feira de Bordeaux, França, considerada a grande vitrine para o mercado mundial de vinhos.

O estande do Wines of Brasil contou com 10 balcões de expositores, além da Discovery Table, representando 17 empresas de diferentes regiões produtoras brasileiras. Ao longo dos cinco dias do evento, foram prospectados aproximadamente US$ 1 milhão em negócios para concretização nos próximos 12 meses. Já as vendas imediatas efetivadas diretamente nos balcões durante a Vinexpo, totalizam mais de US$ 160 mil.

Nos balcões, as vinícolas Aurora, Casa Valduga, Domno, Hiragami, Kranz, Lídio Carraro, Miolo, Ouro Verde (sob a marca Brazilian Legends), Pizzato, Salton, Sanjo, Santa Augusta, Santo Emílio, Suzin e ViniBrasil apresentavam seus produtos. Na Discovery Table, a Cooperativa Garibaldi e Perini, somaram-se aos rótulos disponibilizados ao público para degustação. Além dos expositores, representantes da Don Laurindo, Mioranza e Peterlongo integraram o grupo que, antes da feira, realizaram missão técnica na região de Champagne. No roteiro, visitas orientadas foram realizadas em cinco importantes produtores da bebida além de uma manhã de imersão no Comité Interprofessionnel du Vin de Champagne.

“Além de participarem como expositores, as vinícolas estão enviando outros profissionais para visitarem as feiras a fim de avaliar o mercado, degustar produtos, observar tendências, enfim, ver o que o mundo está fazendo. Isso é ótimo, é um olhar para fora, que contribui muito para a evolução do setor”, observa Andreia Gentilini Milan, diretora de Promoção do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).

O Wines of Brasil é o projeto de promoção dos vinhos no Exterior realizado em parceria pelo Ibravin com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Coletividade

Este ano, um dos diferenciais do estande foi a presença de seis empresas de Santa Catarina que participaram pela primeira vez de uma feira internacional. Agrupados sob a designação Brazilian Highlands Wines, as vinícolas foram representadas pelo empresário Walter Kranz, que declarou estar fascinado pela experiência. “Queremos dar continuidade a este formato de representação, pois possibilita que, com custos reduzidos, um grupo de pequenos produtores tenha a acesso a grandes negócios”, observa Kranz, que realizou mais de 150 atendimentos ao logo dos cinco dias de feira.

Todas as empresas deste grupo integram o Programa Primeira Exportação (PPE), executado pelo Wines of Brasil para fomentar e preparar pequenas empresas para ingressar no mercado externo. No momento, aproximadamente 15 vinícolas estão inseridas no programa.

Novos mercados e atenção da mídia internacional

Com um público de 150 diferentes nacionalidades percorrendo os 2,4 mil expositores de 45 países, este ano a Vinexpo, permitiu aos vinicultores brasileiros acessar mercados que têm menor representatividade em outras feiras internacionais. A presença dos chineses, Sul-coreanos e japoneses, por exemplo, é bastante significativa no evento francês. “As vinícolas conseguem contatos novos com regiões que podem ser melhor exploradas como a Ásia e a América Central”, observa Andreia.

Por estar em uma zona vinícola bastante tradicional, a Vinexpo também atrai uma grande quantidade de críticos e jornalistas especializados, tornando-a uma grande vitrine e importante palco para a formação de imagem. E, este ano, o Brasil conta com o apelo extra da realização dos grandes eventos esportivos como a Copa e Olimpíadas.

Redes de TV e repórteres de veículos de comunicação franceses, assim como revistas especializadas da Alemanha, Bélgica, Reino Unido, Estados Unidos, China e Japão entre outros colheram informações sobre as empresas e dados gerais do setor produtivo no Brasil.

“Vínhamos fazendo um grande esforço para nos apresentar como país produtor de vinhos de qualidade, e já não somos vistos como algo exótico. Mas agora estamos chamando a atenção de verdade. E quanto mais próximo da Copa, mas isso está se intensificando”, avalia a executiva do Ibravin.

PARTICIPAÇÃO BRASILEIRA NA VINEXPO 2013

Empresas expositoras

  • Aurora
  • Casa Valduga
  • Domno
  • Lídio Carraro
  • Miolo
  • Ouro Verde (sob a marca Brazilian Legends)
  • Pizzato
  • Salton
  • ViniBrasil
  • Brazilian Highland Wines: Hiragami, Kranz, Sanjo, Santa Augusta, Santo Emílio e Suzin
  • Vinhos na Discovery Table
  • Vinícolas expositoras
  • Garibaldi
  • Perini

Integrantes da missão técnica

  • Vinícolas expositoras
  • Don Laurindo
  • Mioranza
  • Perini
  • Peterlongo

Fonte: http://www.vivendoavida.net/?p=30470

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s