Confira! Revista Viagem aponta 3 vinícolas de Santa Catarina entre as mais belas da América do Sul

http://viajeaqui.abril.com.br/materias/as-mais-belas-vinicolas-da-america-do-sul#31

30. Monte Agudo (São Joaquim, Santa Catarina, Brasil)

Criada a partir da paixão de dois amigos (Leônidas Ferraz e Alceu Muller) pelo vinho, a Monte Agudo oferece programação diferenciada, que varia conforme a época e o tempo. Aqui, dá pra provar rótulos no pôr do sol ou durante um piquenique. Prove do espumante Sinfonia Rosé Brut produzido com uvas Cabernet Sauvignon e Merlot.

31. Villa Francioni (São Joaquim, Santa Catarina, Brasil)

A arquitetura da propriedade faz com que o visitante se sinta na Europa. As visitas guiadas mostram profissionais bem preparados, que explicam detalhadamente cada processo da casa, que inclui móveis adquiridos em diversos países. Os vinhos são extremamente saborosos: vale levar uma garrafa pra casa.

32. Villaggio Bassetti (São Joaquim, Santa Catarina, Brasil)

A receptividade é o forte dessa vinícola, marcada por vinhos bem produzidos. São dois hectares para uvas Merlot e dois de Cabernet Sauvignon, com resultado final bem satisfatório. A degustação acompanha refeições, com boas harmonizações que incluem Rosé com queijo colonial ou Sauvignon Blanc com truta, por exemplo. A sensação que os anfitriões deixam no visitante é o de pertencer ao lugar e às belas paisagens no entorno.

Enólogos visitam vinícola Suzin

Enólogos

Um grupo de enólogos do Rio Grande do Sul , membros da Confraria Vinotrento de Flores da Cunha, visitou no último final de semana a vinícola Suzin em São Joaquim. Ciceroneados pelo sócio diretor Everson Suzin e pelo enólogo responsável pelos vinhos da vinícola, André Tonet, eles conheceram os vinhedos e degustaram as castas que vão fazer parte do corte do novo lote de vinhos “Zelindo”, o rótulo mais premiado da casa.

Os enólogos são: André Tonet, Eduardo Andreazza, Jamur Mascarello, Laércio Spadari, Franco Francescatto e Ricardo Molardi são integrantes da Confraria Vinotrento de Flores da Cunha-RS, com Everson Suzin.

Fonte: Assessoria de Imprensa

05 Vinhos Tintos de Santa Catarina que Merecem Destaque!

Originally posted on Falando em Vinhos:

Abaixo segue uma lista com 05 vinhos tintos elaborados em Santa Catarina que merecem destaque pela sua qualidade.

1) Suzin Pinot Noir – Safra 2014 (Vinícola Suzin – São Joaquim – SC) – Lançamento da Vinícola durante a Expovinis 2015. Vinho que para mim, demonstra o potencial da região de altitude para a elaboração de vinhos da casta Pinot Noir. Um ótimo exemplar de Pinot Noir, aroma bastante intenso, elegante e agradável. Na boca é um vinho macio, redondo. IMG_6779

2) Basaltino Pinot Noir – Safra 2013 (Vinícola Pericó – São Joaquim – SC) – Esse vinho estagiou por 11 meses em barrica de carvalho Francês, o que deu a ele uma maior complexidade aromática, com notas de frutas vermelha e café. Na boca frutado, muito elegante, harmônico e persistente e possui um leve toque de baunilha. Outro excelente Pinot Noir de São Joaquim.IMG_6819

3) Minerato – Safra 2011 (Vinícola Pericó – São…

View original mais 155 palavras

7 vinícolas para conhecer em Santa Catarina

Originally posted on Falando em Vinhos:

O interesse cada vez maior das pessoas pelo enoturismo – turismo voltado para o universo dos vinhos – faz com que Santa Catarina se torne um destino disputado e cheio de opções para os adoradores da bebida produzida a partir da uva. E, mesmo quem não tem o hábito de beber vinho, encontra nas vinícolas catarinenses um roteiro que ultrapassa a enogastronomia, com visitas guiadas e passeios por belas paisagens. Confira 7 vinícolas imperdíveis para conhecer em SC.
Pericó
Localizada no município de São Joaquim, a 1,3 mil metros acima do nível do mar, a vinícola lançou seu primeiro vinho em 2007. O vinhedo conta com uvas de pelo menos cinco variedades, entre elas Pinnot Noir e Chardonnay. Além de vinhos tintos, brancos e rosés, a casa também produz espumantes.

Foto: Anders Duarte
Foto: Anders Duarte

Pericó Valley – São Joaquim
Fone: (49) 3233-1100
http://www.vinicolaperico.com.br/

Villa Francioni
Uma das mais famosas vinícolas catarinenses oferece…

View original mais 310 palavras

Senador Luiz Henrique: amor por São Joaquim e difusão dos vinhos

Entre os órfãos do senador e ex-governador Luiz Henrique estão os produtores de vinhos de altitude porque perderam o seu principal garoto-propaganda. A secretária regional de São Joaquim, Solange Pagani, que participou do velório em Joinville, contou que ligou sábado para ele com o objetivo de saber como estava sua saúde e contou que fazia um belo sol na Serra. Ela contou que ele disse que estava ótimo, estava feliz e afirmou: “Eu amo São Joaquim. Gostaria de estar aí”.

Maurício Grando, sócio da Villaggio Grando, de Água Doce, que também esteve em Joinville, disse que o vinho de Santa Catarina avançou com o apoio de Luiz Henrique. -Ele levava garrafas dos vinhos catarinenses para apresentar, sempre que podia – afirmou.

Quem se habilita ser o garoto-propaganda?
Agora, quem se habilita a difundir os vinhos catarinenses? O governador Raimundo Colombo, que é da Serra Catarinense, pode ter o papel principal. Além disso, temos os três senadores com razões para atuarem junto nesse desafio. Paulo Bauer é apreciador de vinhos e espumantes, Dário Berger é natural de Bom Retiro, uma das terras produtoras de vinhos, e Dalirio Beber é um empresário que sabe da importância da vitivinicultura para dinamizar a economia de parte do Estado.

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/estelabenetti/2015/05/13/senador-falou-do-amor-por-sao-joaquim/?topo=67,2,18,,,77

Vinicola Villaggio Bassetti recebe medalha de prata na Grande Prova de Vinhos do Brasil 2014-2015, do Grupo Baco, com o rótulo Primeiro

primiero_villaggio_bassetti

Os sócios da vinícola Villaggio Bassetti, José Eduardo Bassetti e Eliana Ribas Bassetti, estão comemorando a premiação recém conquistada. Localizada em São Joaquim – SC, a vinícola que é destaque nacional pela produção de vinhos de altitude, recebeu a medalha de prata na Grande Prova de Vinhos do Brasil 2014-2015, do Grupo Baco. O rótulo Primiero (2011) elaborado exclusivamente com uvas Cabernet Sauvignon foi o responsável por conquistar o paladar dos jurados.

A GP Vinhos do Brasil 2015 (maior degustação às cegas nacional) reuniu cerca de 700 rótulos, de 87 produtores de sete estados. A divulgação dos premiados aconteceu no 19º Salão Internacional do Vinho (Expovinis), em São Paulo (SP), juntamente com o lançamento da quarta edição do Anuário Vinhos do Brasil 2015, uma publicação bilíngue (português-Inglês) editada em parceria entre o Grupo BACO e o Ibravin, na qual estão todos os premiados. Para o presidente do júri, o jornalista especializado em vinhos Marcelo Copello, uma medalha garante a visibilidade do rótulo no Brasil e nos demais países em que o Anuário circula.

Sobre o vinho Primiero (2009)

Feito unicamente das uvas cabernet sauvignon, Primiero é produzido e fermentado em barricas de carvalho francês. Seu nome, como ele próprio já sugere refere-se a primeira safra. Durante 22 meses ele fica dentro da barrica, depois mais dois anos para ir para o mercado. Trata-se de um vinho extremamente elegante, um vinho mineral. É um processo mais caro e que sustenta o vinho em uma elegância que a nota da madeira não aparece e sim esplendor do vinho e precisa ser decantado. É um vinho que precisa ser decantado, já está pronto para ser degustado, mas pode e deve ser guardado por dois, três, cinco, até dez anos garantindo sempre uma experiência nova ao paladar em cada nova garrafa aberta. De coloração grená, herdou da Serra Catarinense o frescor e os aromas típicos de amêndoas e pinhões. Estruturado, elegantemente longo, lembra o estilo europeu de elaborar vinhos.

Composição: Cabernet Sauvignon

Características edafoclimáticas: Solos argilosos, baixo PH, declividade alta e excelente drenagem, exposição solar N, invernos rigorosos e verões amenos e secos. Altitude do vinhedo variando entre 1.230 e 1.250 metros sobre o nível do mar.

Elaboração: Colheita seletiva, desengace, seleção de bagas, fermentação alcoólica e malolática integral em barril de carvalho francês de 400 litros, com permanência de 22 meses, estabilização natural e engarrafamento. Graduação alcoólica: 13,9%

Temperatura de serviço: 14°C

Harmonização: carnes vermelhas e pratos condimentados, pede molhos untuosos e suporta bem a estrutura do prato.

 

SERVIÇO: VINÍCOLA VILLAGGIO BASSETTI

Endereço: Rodovia SC 114 Km 64 – São Joaquim / SC

Funcionamento: Terça-feira a domingo das 9h às 12h e das 13h às 17h

Teleatendimento: (49) 9182-8862 ou atendimento@ villaggiobassetti.com.br

Para grupos e almoço aos finais de semana e feriados, agendamento antecipado.

Rótulos: Primiero (Cabernet Sauvignon), Montepioli ( Cabernet Sauvignon e Merlot), Rosé (50% Merlot, 50% PinotNoir), Sauvignon Blanc (100% Sauvignon Blanc) e Donna Enny (100% Sauvignon Blanc).

http://www.villaggiobassetti.com.br

.

Fonte: Assessoria de Imprensa